terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Incertezas na integração entre EMTU e municipais de Diadema

Foto: Letícia Macedo/G1

A integração entre ônibus municipais de Diadema e os ônibus e trólebus que operam no corredor ABD, que é gerenciado pela concessionária Metra, toma um rumo cada vez mais incerto e duvidoso quanto a sua continuidade. Desta vez, a justificativa é a dificuldade de comunicação do prefeito Mario Reali (PT) e vereadores da cidade com o governador Geraldo Alckmin (PSDB), inclusive de marcar uma reunião para tratar do assunto.

O contrato da Prefeitura de Diadema com a EMTU termina no final do mês de Fevereiro, e a integração será interrompida se não houver uma renovação, forçando os passageiros a desembolsarem mais dinheiro em suas viagens diárias.

Uma reunião entre Mario Reali e os secretários Jurandir Fernandes (transportes) e Edson Aparecido (Desenvolvimento Metropolitano) está marcada para o próximo dia 07. Oficialmente a pauta da reunião não será a integração, mas o prefeito diz querer utilizar a reunião para pressionar os secretários sobre este assunto.

Fonte: Jornal ABCD Maior

Nenhum comentário:

Postar um comentário