Curtas

A partir do dia 09/07/2017, a transferência entre linhas municipais de Diadema e São Paulo e linhas de trólebus será tarifada em R$1,00 nos terminais Diadema, Piraporinha e São Mateus. [05/07/2017 - 14h30]

De acordo com publicação do Diário Oficial de São Paulo, de 03/02/2017, o ponto final das linhas 020, 022, 131 e 492, em Carapicuíba, passará a ser na altura do nº 262 da Rua Ten. José Nogueira, um pouco acima do terminal oficial atual. Data ainda não definida. [03/02/2017 - 11h25]

sábado, 14 de janeiro de 2012

Mudando um pouco de assunto...




-Pesquisa satisfatória

Com certa frequência, vejo na Linha 5 do metrô alguns funcionários da empresa fazendo perguntas para avaliar a qualidade do serviço prestado. A pesquisa contém perguntas sobre limpeza, segurança, esclarecimento de dúvidas, funcionários, etc. Os agentes que realizam a pesquisa pedem os dados do entrevistado e os pedem para que deem uma nota de 0(zero) à 10(dez) para cada quesito.

O Metrô (provavelmente) usa esta avaliação como base para realizar melhorias nos serviços prestados e, consequentemente, na melhoria do sistema como um todo. Cada estação é avaliada indivídualmente, pois há (em média) três funcionários em cada uma delas; cada um com suas pranchetas e formulários. É importante ressaltar que os pesquisadores ficam dentro das estações (após as catracas, já no mezanino), com o uniforme da empresa e identificados com crachá. Gasta-se em média três minutos com cada pessoa, o que faz desta uma pesquisa bem rápida, porém importante.



O problema é que a maior parte das pessoas, quando solicitadas, passam direto ou simplesmente ignoram. Falam que estão com pressa, isso quando dão satisfação. Isso faz com que os funcionários que realizam a pesquisa fique muito tempo esperando que alguém pare para colaborar, além de que quanto menos pessoas colaborando com a pesquisa corretamente, mais difícil fica para o Metrô avaliar a qualidade do serviço. 

Claro que as pessoas têm razão em dizer que "é sempre a mesma coisa", que "vive lotado", etc., mas esquecem de dizer que os trens e estações estão sempre limpos, que o sistema sonoro funciona quase sempre corretamente, avisando-os sobre a operação do dia, que os funcionários são prestativos,enfim. Ou até mesmo cismam com a pesquisa e pensam que é alguma armação da empresa ou do governo. 



Eu particularmente já colaborei com esta pesquisa, inclusive fornecendo os dados solicitados, não tive nenhum problema posterior, e fiquei contente em saber que a empresa se preocupa com os usuários. Gostaria que os usuários fizessem o mesmo, e colaborassem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário