Curtas

A partir do dia 09/07/2017, a transferência entre linhas municipais de Diadema e São Paulo e linhas de trólebus será tarifada em R$1,00 nos terminais Diadema, Piraporinha e São Mateus. [05/07/2017 - 14h30]

De acordo com publicação do Diário Oficial de São Paulo, de 03/02/2017, o ponto final das linhas 020, 022, 131 e 492, em Carapicuíba, passará a ser na altura do nº 262 da Rua Ten. José Nogueira, um pouco acima do terminal oficial atual. Data ainda não definida. [03/02/2017 - 11h25]

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Regulamentada a concessão de passe livre a estudantes na EMTU/SP

Foto: Arquivo

Foi publicada hoje no DOSP (Diário Oficial do Estado de São Paulo) resolução da STM (Secretaria dos Transportes Metropolitanos) referente à gratuidade de estudantes no Metrô, na CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) e na EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos). O benefício foi concedido à estudantes há poucas semanas, por meio da Lei n° 15.692, criada pelo governador Geraldo Alckmin e aprovada pela Assembleia Legislativa de SP.


Pelo regulamento, estudantes dos ensinos fundamental e médio matriculados em escolas públicas e universitários beneficiados por programas sociais (ProUni, FIES, entre outros) terão o benefício concedido automaticamente, por meio do cadastro enviado pela instituição de ensino aos órgãos gestores do transporte público (Metrô, CPTM e EMTU).

Já os universitários matriculados em faculdades privadas que não são beneficiários, estudantes de faculdades públicas e de cursos públicos e privados técnicos, tecnológicos e profissionalizantes, terão que comprovar renda junto às gerenciadoras, por meio de formulário específico a ser disponibilizado por elas (renda de um 1,5 salário mínimo nacional vigente per capta, de acordo com o Artigo 2°, Parágrafo Único, da Lei 15.692).

Para usufruir do benefício na EMTU, o estudante deverá possuir o Cartão BOM Escolar (na Região Metropolitana de São Paulo) ou uma Carteira de Transporte Escolar Metropolitano (para as Regiões Metropolitanas de Campinas, Baixada Santista e Vale do Paraíba e Litoral Norte). No Metrô e na CPTM, o benefício será exercido por meio do Bilhete Único.

O estudante terá direito à 48 viagens gratuitas por mês, limitado a 2 embarques por dia, este último podendo ser ampliado caso o estudante frequente mais do que um curso. O estudante deverá liberar nova cota a cada mês junto à rede de distribuição de créditos.
As empresas operadoras de ônibus intermunicipais terão 30 dias para se adequarem à norma, devendo providenciar os mecanismos necessários ao cumprimento da lei.



O texto da norma na integra pode ser consultado aqui.



Nenhum comentário:

Postar um comentário